Olhei ao meu redor e só vi o caos. Resolvi fechar os olhos e enxerguei um caos maior ainda dentro de mim. Lágrimas rolaram pela minha face. O que eu faço agora? Há alguma forma de tudo melhorar? Não aguento mais… Não dá mais.
Posted 20 August 2014, 22 hours ago | 4 notes | reblog this post

Ei Deus, cuida de mim…

Posted 20 August 2014, 22 hours ago | 5 notes | reblog this post
Posted 20 August 2014, 22 hours ago | 539,600 notes | reblog this post
(originally manolescent / via obviouslyyy)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 4,999 notes | reblog this post
(originally ahorit / via myonlyh0pe)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 14,397 notes | reblog this post
(originally bicicletaparadois / via oxigenio-dapalavra)
O amor é meio esquisito: Faz bem, faz mal. Alegra, entristece. Preenche, esvazia. Leva à cura, e também à loucura.
Raphael Henrique, Desalentou.  (via relevou)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 3,688 notes | reblog this post
(originally desalentou / via manuscritosverbais)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 11,220 notes | reblog this post
(originally im-a-whole-trouble / via manuscritosverbais)

"Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido."

Posted 19 August 2014, 2 days ago | 12,527 notes | reblog this post
(originally textuador / via manuscritosverbais)
Você cresce. Suas roupas ficam menores, as ofensas já não acertam na mesma intensidade. Você expande seu campo de visão, e enxerga tudo o que não passava de um grande nada. Os dias passam, problemas aumentam, e o tempo se reduz. Responsabilidades, contas, horários, prazos, preocupações, e finalmente, a tão sonhada independência. Você cresce, as piadas tornam-se cansativas, as histórias entediantes, as pessoas irritantes, os amigos antigos vão sumindo aos poucos por estarem crescendo também. Você cresce, e ironicamente se sente menor, a rotina te aperta, e saudade te engole. Todo mundo cresce, e a maturidade tem um preço, quem diria que ser livre pode custar a liberdade? Te obrigam a voar, enquanto seguram suas asas. Amadureça, mas não cresça antes do tempo. Aproveite sua juventude, e acredite, crescer tem lá suas desvantagens.
Sean Wilhelm. (via garotaesuasfases)
Sabe,
as vezes
eu me deixo abater
por algumas coisas tão bobas.
Sam Winchester.   (via cartas-rasgadas)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 98,837 notes | reblog this post
(originally brskate / via cartas-rasgadas)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 6,392 notes | reblog this post
(originally cmbsff / via manuscritosverbais)
Posted 19 August 2014, 2 days ago | 33,812 notes | reblog this post
(originally undercall / via manuscritosverbais)
Meu bem, que mal faria se você ficasse por mais uns dias, mais um mês ou quem sabe por toda a vida.
Carolline Libório  (via cartas-rasgadas)

Plantei o meu amor.

cartas-rasgadas:

 

Plantei uma semente,
ela é meu bem-querer.
Cuido afetuosamente
por que nela,
vejo o meu amor florescer.

Posted 19 August 2014, 2 days ago | 84 notes | reblog this post
(originally vangloriei / via cartas-rasgadas)
Resolvi aceitar algumas coisas da vida, sem dor. Ninguém vai ser como você sonha, não espere consideração nem que os outros façam o que você faria. Não espere que valorizem seu esforço. Não espere que lhe ofereçam a mão.
Clarissa Corrêa.     (via se-eu-pudesse)
Posted 18 August 2014, 2 days ago | 5,697 notes | reblog this post
(originally desembarcou / via se-eu-pudesse)
Shallini, 21 anos, católica, gaúcha e gremista. Gosto de teatro, tocar violão, praticar esportes, sair com amigos, chocolate, café, primavera, chuva e ah, odeio rotina.
Sorria sempre!
Apesar de tudo...
Minhas Indiretas
theme by affectingyou
Nem tão indiretas assim...